ORDENS PARAMAÇÔNICAS

A participação de maçons nas atividades que extrapolam os limites das Lojas, naturalmente, requer a participação dos seus familiares e sociedade. Desta forma, o modelo de formação de caráter dos maçons, podem ser estendidos ou compartilhados por meio de entidades paramaçônicas, com suas regras próprias e formas de reuniões.

A integração dos maçons brasileiros com as diversas entidades proporcionam a fraternidade associada ao progresso dos que participam e o benefício final fica para a sociedade.

No Brasil, a denominação de Entidade Paramaçônica é utilizada para identificar as associações que não se enquadram na categoria de Lojas Maçônicas. As entidades paramaçônicas, em linhas gerais, é o espaço ocupado especialmente pelos parentes dos maçons que realizam atividades complementares às Lojas, visando contribuir com a formação, solução de problemas sociais e em prol do bem comum.

Destacaremos as entidades mais importantes que atuam no Grande Oriente de Pernambuco:

Ordem DeMolay

 

A Ordem DeMolay é uma organização para jovens entre 12 e 21 anos de idade, tendo estado ativa por mais de 80 anos e se orgulha de ser uma sociedade fraternal-juvenil de milhões de membros.

 

Seu patrono, Jacques DeMolay, foi expedicionário das Cruzadas, no século XIV. Foi queimado no poste por não trair seus irmãos e seguidores. Do seu exemplo, a Ordem DeMolay aprendeu a lição e importância da honestidade, da lealdade e do amor fraterno. Nós reverenciamos sua memória e tentamos viver nossas vidas baseados nestes princípios e ideais, com os quais qualquer jovem pode conviver. Possui em seu fundamento 7 princípios essenciais, os quais chamamos de Virtudes Cardeais de um DeMolay: Amor Filial, Reverência pelas Coisas Sagradas, Cortesia, Companheirismo, Fidelidade, Pureza e Patriotismo.

 

Saiba mais em: http://demolay.org.br/

LOWTONS

 

Lowton é uma criança (filho de Maçom ou tutelado, do sexo masculino) com idade entre sete e dezessete anos, adotado por uma Loja Maçônica, através de um Ritual (Que pode ser o do Anexo, podendo, no entanto, sofrer alterações de “adaptação” ao Rito praticado pela Loja.)

 


Saiba mais em: http://www.grandecapitulodelowtonssp.mvu.com.br/

FRATERNIDADE FEMININA CRUZEIRO DO SUL – FRAFEM

É uma Associação Civil Paramaçônica Feminina, não iniciática, sem fins lucrativos, formada por esposas de maçons com união estável ou não, filhas, viúvas e parentes de maçons, bem como convidadas com relevantes serviços prestados ou com notório saber e interesse por causas sociais e está vinculada às Lojas Maçônicas jurisdicionadas ao GOPE/GOB.

 

Normalmente se reúnem nas dependências das Lojas e recebem o apoio logístico e institucional das mesmas.

ORDEM INTERNACIONAL DAS FILHAS DE JÓ

 

 

A Ordem Internacional das Filhas de Jó é uma Instituição Paramaçônica destinada à jovens do sexo feminino entre 10 e 20 anos (incompletos), visando aperfeiçoamento do Caráter.

 

Esta Ordem é baseada nos ensinamentos Bíblicos sobre a vida de Jó, sua Paciência perante aos desafios e provações pelos quais teve de passar.

 

O nome se refere às três filhas de Jó: Kézia, Jemima e Keren-Happouk, que são citadas na Bíblia como as “mulheres mais justas de toda a Terra”.

 

Ela está presente em alguns países: Canadá, Austrália, Estados Unidos, Filipinas, e Brasil. A Ordem está em nosso país desde 1990, foi trazido pelo maçom Alberto Mansur e o Bethel #01 foi instalado na cidade do Rio de Janeiro é chamado “Mater do Brasil”.

 

As reuniões são fechadas ao público em geral. Para ingresso em um Bethel de Filhas de Jó, é necessário que a candidata possua conhecimento com um Maçom e tenha menos de vinte (20) anos de idade. Estas reuniões também são acompanhadas por Maçons.

Cavalaria

Graças ao tratado de reconhecimento firmado entre a grande loa da Inglaterra e o grande oriente do Brasil, foi transmita ao GOB a tradição da Santa Ordem do Arco Real, Cavaleiros Templários e Cavaleiros de Malta. Numa reunião especial realizado no Templo Nobre do GOB, todos os Grãos-Mestres foram indicados num único dia nesses três Ordens.

      A Suprema Ordem do Arco Real representa o coração da Maçonaria Inglesa e se destina à formação dos Mestres Maçons. Os Cavaleiros Templários e os Cavaleiros de Malta foram as principais Ordens de Cavalaria Medieval inspiradas pela Grande Fraternidade Branca e que tiveram um papel preponderante no desenvolvimento da civilização do Ocidente Cristão. O repositório do antigo conhecimento, mantido pelos altos indicados dessas Ordens, constitui uma grande benção para o ser do homem e auxiliará no desabrochar da consciência e no despertar espiritual.

      Entendimento entre o Eminente Grão-Mestre, Marcelo Sobral e o Soberano Grão-Mestre Geral, Ir Laelso Rodrigues resultou na instalação desta três Ordens em Pernambuco. A exaltação ao Arco Real e a sagração nos Cavaleiros Templários e nos Cavaleiros de Malta aconteceu também num único dia, no Oriente de Caruaru, no Templo da ARLS dever e Humanidade Nº 0860. Neste dia memorável, com a presença do Soberano Ir Laelso Rodrigues, do Sapientíssimo Ir Marcos Jose da Silva de cinco irmãos ingleses e de vários Grãos-Mestres Estaduais do GOB e do Irmão Túlio, Gr.Sec. Rell.Ext., 325 irmãos (trezentos e vinte e cinco) foram iniciados e sagrados cavaleiros e, assim, estabelecida no coração do Grande Oriente de Pernambuco a Cavalaria Espiritual do Cristo.

      Este grande evento marcou a historia do Grande Oriente de Pernambuco porque fomos exaltados e sagrados nos ensinamento arcanos que, ao longo do tempo, foram transmitidos à elite da humanidade. Durante a Idade Média, somente a realeza e a nobreza penetraram nos Círculos Internos da Ordem do Templo e da Ordem de Malta.

      Como foi estabelecido, um Soberano Grande Capitulo do Arco Real e um Grande Priorado das Ordens Unidas, Militares, Religiosas e Maçônicas do Templo e de São João de Jerusalém, Palestina, Rodes e Malta dos Maços do Grande Oriente do Brasil ,os dirigentes das mesmas são no âmbito do GOB, o Grão-Mestre Geral e no GOPE o Eminente Grão-Mestre. Em Pernambuco, foram instalados e sagrados, conforme os antigos ritos, um Grande Capitulo Estadual, seis Capítulos regionais e seis Preceptórios das referidas Ordens.

A ação Paramaçônica Juvenil – APJ

 

Foi criada pelo G.O.B. Com o intuito de envolver a família maçônica em uma atividade cívica e patriótica, para resgatar em nossos jovens a autoestima, a união e a cidadania.

Acreditamos que com essa união fortalecemos o espírito de família, deixando de lado algumas diferenças que tanto prejudicam uma vivência cristã e democrática.

Portanto, pretendemos trabalhar com firmeza e dedicação buscando valorizar a historia do nosso pais e a valorização da luta do povo brasileiro coma formação integral da nossa juventude, com os princípios maçônicos.

Bodes do Asfalto

O Moto Clube Bodes do Asfalto foi idealizado pelo irmão Edson Fernando Sobrinho, sendo fundado em 01 de agosto de 2003, tem a sua sede nacional na cidade Feira de Santana – Bahia, e representações em diversas cidades do Brasil e no exterior. A idéia do moto clube surgiu de conversas entre Maçons integrantes da lista de discussão Atalaia, sendo inicialmente planejado para apoiar os Maçons Motociclistas, os quais, quando em viagem, viessem a necessitar de algum tipo de ajuda, o nosso “Moto Clube” aproximaria, através da fraternidade, os irmãos

motociclistas com os irmãos das cidades onde ele passaria.

© 2018 por ARLS Vigilância e Segredo 0446 - Nº 001

  • White Instagram Icon
  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-youtube